Como assim um novo livro?!

Sim, desaparecidas, mas nunca sem produzir alguma coisa \o/

Quem acompanha o nosso trabalho desde muito tempo sabe que escrevemos duas coisas: fantasia e comédia. Seria bem fácil continuar só com isso, mas nãããão! Gostamos de desafios xD

Nos desafiamos a escrever em primeira pessoa com Princess vs Witch. E não somente com o ponto de vista de um personagem, mas o de vários ao mesmo tempo xD Deu super certo! Depois de alcançarmos isso, o nosso desafio foi escrever um romance. Não, nada meloso, nada trágico e nada dramático: escrevemos uma comédia romântica! Sim, sem um pingo de fantasia! E eis que surge o Minta Comigo!

capaminta

Basicamente a história é a seguinte: para se livrar de um beco sem saída quando se depara com uma amiga do passado, Maria Julia, a nossa personagem principal com nome atriz de novela, conta uma mentira desesperada. O problema é que a dita amiga pede para ela provar, e ela arranja mesmo um jeito de provar. Um plano perfeito de montagens de fotos que calariam para sempre a amiga invejosa…. Tudo perfeito, até a amiga invejosa jogar as fotos na internet para que o mundo soubesse o mesmo que ela. E, como se não bastasse TODOS os seus parentes da distante Matoalto ficarem sabendo da novidade-mentira, aqueles que ela nem conhece e estavam figurando a mentira ficaram sabendo também. E agora, Maria Julia? Contar a verdade ou continuar com as mentiras? xD

Ao contrário dos nossos outros livros, esse primeiramente será lançado somente na Amazon. Ainda não temos planos certos para ele, mas estamos com alguns pensamentos xD

MINTA COMIGO NA AMAZON

Adoramos escrever essa confusão toda, e esperamos que gostem dessa nossa novidade! Boa leitura! xD

LIVROS – Devoy, Kassan

Bom, como a divulgação de hoje é sobre o livro da P, vou colocar aqui a resenha que o Guilherme Teixeira fez para ela no Skoob, que diz muito mais do livro do que sua simples divulgação!! Aproveitem!

O início!
Não se deixe enganar pela foto sorridente da autora na orelha deste livro, pois Paula Vendramini pode ser tão cruel quanto alguns de seus personagens: Não pode haver maldade maior do que nos fazer rapidamente apaixonados por seus protagonistas apenas para termos que esperar os próximos volumes com um forte gosto de quero mais.

A beleza da narrativa está na capacidade ímpar da autora em não direcionar o julgamento moral de seus personagens, de forma que suas atitudes possam ser avaliadas diretamente pelo leitor. Apesar de presenciarmos boas e más ações, nenhuma delas parece suficiente para reduzir suas índoles a determinado tipo. Isso fascina sobremaneira ao fazermos sua correspondência com a realidade: ninguém é de todo bom que não possa cometer atos vis e vice-versa. Nesta primeira parte da história não cabe a visão maniqueísta que muitas vezes encontramos nos universos de fantasia.

E por falar em fantasia, o livro é um prato cheio para quem gosta do gênero. Seu mundo possui uma dinâmica social toda própria, onde as posições e relações são definidas ao nascimento, por conta de poderes especiais que são inatos às pessoas e muitas vezes herdados dentro das linhagens. Destacados por seus poderes e aspirações existem os Ocultos, uma espécie de exército particular e secreto ligado ao governo, embora sua influência possa vir a ser muito maior do que a do próprio. Em contraposição existem os Rebeldes, amigos, parentes e remanescentes de um povo que, segundo as lendas, decidiu certa vez tomar o poder para si, sendo retaliado pelo governo, que embora não tenha conseguido dizimá-lo por completo, relegou-os a clandestinidade.

A história acompanha a protagonista, Celebriant Devoy, enquanto ela descobre seu lugar no mundo – ou pelo menos o lugar que definiram pra ela – em cerca de duzentas páginas que passam voando para o leitor. Sua relação com seus poderes e família, e desta para com o governo, tem seus contornos desenhados enquanto observamos o passar dos anos e sua criação. Por meio de reações aos fatos presenciados e impostos a Celi, testemunhamos o desenvolvimento de seu caráter, decisivo para a questão principal do livro: conseguirá a moça tomar as rédeas de seu próprio destino?

Guilherme das Neves Teixeira

LIVROS – Antologia Blogsfera

CLUBE DOS NOVOS AUTORES

Somos OS FILHOS DO TEMPO e de muitos açoites em busca de reconhecimento e um lugar ao sol. Partimos em busca desse sonho, nos unindo e promovendo no meio literário ENCONTROS PARA LIBERDADE. Muitas paradas. Nãos! Choro… Mas sem jamais desistir, seguimos na caminhada.

Em ALMAKIA, descobrimos O SEGREDO DE ESPLENDORA que num PRELUDE de poderes sobrenaturais e revelações feitas em um ENCONTRO NA NOITE, O GRANDE PAJÉ, em meio a REGÊNCIA DE OSSOS, nos fez sentir o gosto AGRIDOCE dos anseios d’A ÚLTIMA DAMA DE FOGO, que perdida grita: – SOCORRO, MEU PRÍNCIPE VIROU SAPO.

Envolta n’OITAVO PECADO, em meio a sua própria dor, não desvenda O SEGREDO DOS GIRASSÓIS, triste, acaba RETORNANDO AO VALE AZUL, e depara-se com MARINA E OS TESOUROS DA TRIBO DE DANA, agora entregue a DEVOY, A PRINCESA COM OLHOS DE GATO, uma lind’A RAINHA DA FLORESTA que perdia-se horas APANHANDO AMORAS entre sabores, PIMENTA E CEREJA: DOCE AMOR, sonhando ter encontrado O PRÍNCIPE DA PAZ.

Nesse mesmo sonho, entre BEIJOS E BATOM, CARMELA E LORENZO DEPOIS DO PRIMEIRO BEIJO, tornaram-se ALMAS SELADAS e nas asas do AMOR, maybe foram levados para O REINO DE MIRA, onde FELIPE CATERLUCI E O LIVRO DOS DESEJOS revelam CARTAS DE AMOR nas quais TALLEK descobre que não somos os únicos, muitos novos autores lutam nesta caminhada. Agora seremos colocados à prova. Enfim, cumpre-se A PROFECIA DE HEDHEN, ANTES TARDE QUE MAIS TARDE. Já era mesmo impossível manter O SEGREDO DE EVA tendo por guardiãs OS DEUSES DO MAR. Este, descrito em letras douradas que saltavam aos nossos olhos, como O ENTREGADOR DE BONECOS, que ao ver tudo acontecer não sentiu medo sem mesmo lembrar que O ANIVERSÁRIO deixou MARCAS INDELÉVEIS devidamente registradas.

Encontramos O DIÁRIO DE EMILY CRISTINE, cuja leitura tão profunda arranca a INOCENCE de cada um de nós ao ouvir um “- Não estamos analisando originais!” E nessas horas de angústia, sempre precisávamos pedir mais uma vez: – ANGELLORE, AQUEÇA MEU CORAÇÃO e me proporcione O VOO DA ESTIRPE!  Não esqueça jamais que ANTES DE VOCÊ CHEGAR, eu era ADQS, hoje, como MANNEQUIM ao DESPERTAR, me senti tal qual a PRINCESA DE GELO contemplando ao longe SUA ÚLTIMA FLOR. Senti em cada poro, se esvaindo o perfume da esperança, chorei!… E como desejei o SOL EM MINHA NOITE. MODO EDITORA”, DEIXE-ME LEMBRAR DE VOCÊ sempre, pois agora sentimos que somos DIGNOS DE AMOR e juntos vamos contemplar em cada livro lançado, em cada sonho realizado, BORBOLETAS NA PRIMAVERA.

Ahtange Ferreira.