RESENHA – A breve segunda vida de Bree Tanner


Autora:
Stephenie Meyer
Editora: Instrínseca

Sinopse/Resumo:
Bree mal se recorda da vida que tinha antes de descobrir seus sentidos extremamente aguçados, os reflexos sobre-humanos e a força física sem precedentes. A vida antes da insaciável sede de sangue… Antes de ser uma vampira.
O que ela sabe é que a rotina em um bando de recém-criados é de poucas certezas, e de ainda menos regras: fique alerta, não chame a atenção para si mesmo e, acima de tudo, volte para a casa antes do nascer do sol, ou será destruído. O que ela não sabe: seu tempo como imortal está se esgotando. Depressa.
Bree encontra em Diego um amigo inesperado, outro jovem vampiro atormentado pelas dúvidas a respeito do monstro que os criou – alguém que conhecem simplesmente por Ela. Quando os dois percebem que são apenas peões em um jogo cujas proporções jamais imaginaram, é preciso descobrir em que acreditar. Mas se tudo o que você sabe sobre sua espécie é uma farsa, onde estará a verdade?

Sinopse by LAP (P):
Como eu já tinha dito e repetido durante a leitura de Crepúsculo, se a autora tivesse feito toda essa história da visão dos vampiros, seria completamente fascinante! E, de acordo com esse pensamento, me surpreendi ao ver o quanto esse pequeno livro, sem divisões de capítulos e voltado totalmente para o lado vampiresco de Crepúsculo é… acreditem: MUITO BOM!
O livro começa falando em o quanto Bree deve se apressar para voltar para o cativeiro, pois, se o sol a alcançar, ela morre. Quando eu li isso, por alguns segundos imaginei que a autora gostaria de ter vampiros menos brilhosos, mas então, algumas linhas depois, quando a verdade se revela a Bree, eu realmente fico impressionada. Poxa, Stephenie, porque não usar esse talento de verdade ao invés de escrever aquelas ladainhas de romances adolescentes enfadonhos?
A leitura é simples e interessante, e, mesmo todos sabendo que no final a Bree vai morrer, ficamos a cada minuto torcendo para que o pior não aconteça e xingando a pobre garota por “escolher” morrer ao invés de fugir.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s