RESENHA – WAKE


Autora: Lisa McMann;
Editora nacional: Novo Século. 

Sinopse (retirado do próprio)
Para Janie, uma garota de 17 anos, ser sugada para dentro dos sonhos de outras pessoas está se tornando normal.
Ela não pode contar a ninguém sobre isso – eles nunca acreditariam, ou pior, achariam que é uma aberração. Então, ela vive no limite, amaldiçoada com uma habilidade que não quer e não pode controlar.
Mas, de repente, Janie fica presa em um pesadelo horrível, que lhe causa um imenso terror. Pela primeira vez, ela é mais do que uma mera espectadora. Janie se torna uma participante…

Resumo by LAP:
O livro nos conta a história de Janie, que vem de uma mãe alcoólatra a um pai inexistente. Sua vida muda quando aos oito anos começa a entrar nos sonhos das pessoas, e, desde então, sua “habilidade” só aumenta, e ela não tem controle nenhum sobre isso.
Ela então conhece Cabel, um menino quieto e reservado, que mal levanta a cabeça para olhá-la. Alguns anos depois, porém, ele vem a se tornar um cara bonito e desejado, mas que não aparenta querer toda essa fama.
No meio disso tudo, ela começa a entrar na cabeça de Cabel e em seus piores pesadelos, e enquanto algo maior acontece, ela se perde ao perceber que está apaixonada por Cabel e ele por ela. O único problema é que Cabel parece esconder um terrível segredo.

Resenha by P:
A escrita da Lisa Mcmann é algo completamente diferente das narrativas das quais estamos acostumados. Como em um sonho, sua escrita é muito pontuada e com pouca descrição. A princípio, duvidei que chegaria a gostar do livro, mas depois das primeiras trinta páginas, onde você se acostuma com essa escrita diferente, acaba se entretendo o suficiente para continuá-lo e então não quer mais parar.
Como eu disse, as descrições são pobres e sua imaginação deve ser bem grande para compreender algumas delas, mas Lisa Mcmann me mostrou que mesmo sem grandes descrições um livro pode ser divertido e apaixonante. Nos emocionamos com a história de Janie e Cabel, torcendo e imaginando o motivo do porque tudo aquilo está acontecendo na vida da protagonista. Apesar de tudo, a mocinha não é de se lamuriar e ficar chorando pelos cantos, e o mocinho não é nenhum príncipe encantado.
E então, no final do livro, você fica curioso para saber como será sua continuação, um ponto totalmente a favor. Apesar de tudo, mesmo usando de formas de escrita e mudanças de fonte para diferenciar o sonho da “realidade”, ela peca bastante em explicações óbvias, onde às vezes temos que reler para ter certeza de que compreendemos.
O livro é diferente, vale a pena insistir na leitura, que logo ela se torna divertida de se ler. Apesar de tudo, não chega a ser um livro fantástico e cumpre sua função: entretenimento.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s