DORAMA – Fated to Love You

Gênero: Comédia-romântica;
Episódios: 20;
Exibido em 2014.

fated_to_love_you_28korean_drama29-p1

Elenco principal:
Jang Hyuk como Lee Gun
Jang Na Ra como Kim Mi Young / Ellie Kim
Choi Jin Hyuk como Daniel Pitt
Wang Ji Won como Kang Se Ra

download

Sinopse:
Kim Mi Young é uma moça simples, que se esforça no trabalho, daquelas que não reclama de nada e é boazinha com todos. E justamente por isso se aproveitam dela. Ela é a moça post-it, útil momentaneamente e descartável. Por ser desastrada, ela também entra em várias confusões enquanto tenta ser Bombril-mil-e-uma-utilidades na empresa, e na última trapalhada ela acabou envolvendo o seu chefe na bagunça.

fated2bto2blove2byou

No fim tudo deu certo e o chefe nem a despediu, e ela continua sendo a moça pos-it do escritório. Porém, ela não se importa muito com esse fato, já que tem um namorado pelo qual é apaixonada e vai com ele para um hotel chique em uma cidade turística, em uma tentativa de fazer esse romance engatar de vez. Ela tem tudo preparado, e os dois terão uma noite juntos e no fim ele irá propor para ela. Porém, as coisas não acontecem bem como o conto de fadas que ela imagina.

No hotel, aparecem dois carinhas com um plano bem elaborado: disfarçados de empregados, eles vão fazer o patrão da empresa deles, o Lee Gun (por acaso, o mesmo chefe da Kim Mi Young), tomar uma bebida-poção, e vão colocar uma mulher contratada para dormir com ele, provocando assim um escândalo capaz de arruinar o poderoso e cruel patrão. E até aí o plano dá certo… Se não fosse pela Mi Young também acabar tomando a dita da bebida para criar coragem de passar a noite como namorado e depois ter entrado no quarto errado… justo o do chefe! xD

tumblr_n878rcucnh1qij3qwo3_500

A noite acontece, e gera o maior rolo com o plano do escândalo, por que, olha só, os empregados que armaram tudo são parentes da Mi Young, e o chefe acaba achando que ela está envolvida na trama. Mi Young acaba voltando dessa aventura sem namorado, provavelmente sem emprego e com um vídeo gravado que prova que ela passou a noite com o seu chefe… Mas, o pior de tudo vem um tempo depois, quando ela começa a sentir uns enjoos estranhos, e um teste confirma: tem bebê a bordo!

Desesperada e sem ter o que fazer, ela acaba indo recorrer ao chefe, já que ele tem culpa nesse problema também. E é assim que a avó do Lee Gun, o chefe, descobre que finalmente terá um bisneto e praticamente adota a Mi Young como esposa do seu neto, sem se importar com o que ele pensa de toda a situação xD

tumblr_ni8uciaxya1qkzb67o3_400

Opinião LAP:

Esse é um ramake de um dorama taiwanês com o mesmo nome, que foi exibido em 2011, que por sua vez é uma adaptação de ‘Beth, a feia’, e foi o maior sucesso.

1390_nowplay_small

Essa versão coreana mudou algumas coisas da história, mas basicamente o essencial está ali, com o humor e as cenas bem feitas potencializadas xD Os atores principais conseguiram dar uma nova roupagem para os personagens, apesar de na aparência eles seguirem os mesmos tipos da versão taiwanesa. Apesar de ser muito, muito comédia, tem uma parte para o meio em que fica mais melodrama, com chororo e menina-vaca atormentando. Mas, logo isso passa. Tudo gira em torno da gravidez da Mi Young, e vamos acompanhando isso ansiosos por esse bebê tanto quando a avó. Só que, nem sempre as coisas dão certo… Na versão taiwanesa as cenas dessa parte tiveram mais impacto do que a coreana, mas nas duas ficamos revoltados igual com a virada drástica na história xD

fated-to-love-you-hyuk-jang-39356060-1920-1080

Alow, TVs brasileiras, dá tranquilamente para fazer uma versão aqui xD

ftly_karaoke_geonyoung

Vídeos

DORAMA – EXO Next Door

Formato: web drama;
Gênero: Comédia-romântica
Episódios: 16
Exibido em 2015.

4712_exolivesnextdoor_nowplay_small_v2

Elenco principal:
Moon Ga Young como Ji Yeonhee
Park Chan Yeol como Chanyeol (ele mesmo)
Do Kyung Soo como D.O (ele mesmo)
Byun Baek Hyun como Baekhyun (ele mesmo)
Oh Se Hun como Sehun (ele mesmo)

fullsizephoto637763

Sinopse:
Ji Yeonhee é basicamente uma garota desempregada na casa da mãe. Por não ter um objetivo claro na vida, ela preenche esse espaço sendo fã de um grupo de Kpop, o EXO. Aí, um dia, a mãe manda ela ir faxinar a casa ao lado, já que ela (uma corretora de imóveis) tinha acabado de alugar o lugar e ele precisava ser limpo antes de os novos inquilinos chegarem. Aí a moça lá, faxinando, e resolve beber uma água, quando os novos inquilinos chegam:

893f3a5d43f75e37d3d437a3c6419e84678ea69f_hq

E a desocupada da Ji Yeonhee descobre não só que alguns dos meninos do grupo que ela adora são seus novos vizinhos, como que sua mãe ofereceu a filha-estorvo para ser a empregada doméstica deles xD

900549d45235634d71f22f793b18bded

Opinião LAP:
Pela sinopse, uma dorama hiper com cara de bobinho-romancinho-de-fã, neh? Então, até que é, mas vai além disso, e nos surpreendeu xD Primeiro porque ele é muito mais comédia do que tudo, e zoa exatamente com essa noção de ‘fanfic em que a menina é uma imprestável, mas acontece o milagre de ela estar diante dos seus idols e ter todas as chances possíveis de um romance com eles’.

tumblr_inline_okkbxjyaeo1u22bgj_540

E, claro, tem o lado de idols voltarem a ter contato com gente normal… bem, quase normal xD

tumblr_nnir19sbor1sy9nfjo3_500

E, ainda, tem uma parte séria, já que os idols colocam a versão deles diante da situação, principalmente essa questão de terem um relacionamento. Pq, antes de tudo, eles são gente como a gente, e têm um passado. No caso aqui, o idol tem um primeiro amor da infância, e justamente o fato de ele ser idol pode colocar a perder sua chance de ser feliz.

25f824e1efa7f63b0fa08bde5c70e5aedd6f4fd2_hq

Enfim, era para ser um dorama curtinho, só para experiência de assistir algo com idols de Kpop sendo eles mesmos, e no fim acabou sendo muito mais. Dá para rir bastante, dá para se emocionar bastante e tem o estilo de história que tanto gostamos de comédia-romance, aquele que impregnamos em Minta Comigo xD Sério, podem torcer o nariz para o tema, mas deem uma chance para os 16 episódios, vale a pena xD

Vídeos

DORAMA – Descendants of the Sun

4627_descendantsofthesun_nowplay_small

Gênero: Romance/comédia/melodrama;
Episódios: 16;
Exibido em 2016

Elenco principal:
Song Joong Ki como Capitão Yoo Shi Jin (Big Boss)
Song Hye Kyo como Doutora Kang Mo Yun (Beauty)
Jin Goo como Sargento Seo Dae Young (Wolf)
Kim Ji Won como Doutora Yoon Myung Joo

descendants-of-the-sun2-800x450

Sinopse:
Yoo Shi Jin é um militar de elite, capitão de um grupo especial que realiza missões secretas para o governo. Entre um trabalho perigoso e outro, ele e o melhor amigo e companheiro de grupo, Seo Dae Young, aproveitam para beberem e se divertirem como pessoas normais. Em um desses momentos que eles se envolvem em uma confusão com um ladrão em uma moto, e acabam indo para o hospital atrás do moleque. É nesse cenário que Yoo Shi Jin conhece a médica plantonista Kang Mo Yun, que acha que na verdade ele é um membro de gangue e que quer fazer mal para o garoto ferido. Como o capitão Shi Jin não pode revelar quem é na verdade, isso começa como uma discussão, e logo isso se torna um relacionamento (sim, bem assim xD).

9273934f-f886-4ba7-8a8f-c0a9648b3621

Tudo o que a doutora Kang Mo Yun sabe sobre o cara misterioso que fez seu coração pular é que ele tem um trabalho que exige que ele termine imediatamente um encontro e vá embora em um helicóptero. Devido a isso, ambos já sabem desde o começo que não vão poder realmente ficar juntos, apenas aproveitar um pouco o momento que eles têm. Sem saber nem ao menos o nome daquele homem, ela meio que deixa em suspensão o fato de ter gostado dele, porque como poderia dar certo daquela maneira?

Tudo muda quando a doutora recebe uma proposta indecente do seu superior no hospital e dá a resposta em forma de um tapa na cara. Para se vingar, esse superior acaba mandando ela e a sua equipe para um fim de mundo em um país subdesenvolvido para trabalharem em um projeto de assistência médica humanitária que o hospital está estabelecendo naquela região de conflito. E foi ao embarcar que Kang Mo Yun se depara novamente com o capitão, e descobre quem ele é na verdade.

descendants_of_the_sun-01_0

E, juntos, a médica e o soldado, vão passar por várias provações, tendo que colocar o que sentem um pelo outro de lado e focarem em suas missões. Por que, diante de tantas dificuldades e tragédias que presenciam, como eles podem pensar em ser felizes?

dots

Opinião LAP:
É-um-dorama-MUITO-bom! xD Em questão de produção, de músicas, de história (e histórias), do romance, dos diálogos entre os personagens, de tudo xD A única coisa que estragou foi o final (se alguém souber pq terminou daquele jeito sem-eira-nem-beira nos conte, por favor xD).

Entre todos os pontos positivos da história, os diálogos merecem destaque. Assim como em Goblin, a roteirista tem um super talento para construir as conversas dos personagens, de uma forma que a gente ri, chora e se emociona só com as palavras deles, com um olhar e um sorriso, sem precisar mais do que isso (onde se aprende essa mágica? xD). Isso, claro, super potencializa os romances.

song-descendants-of-the-sun

O cenário de guerra, a possibilidade de um deles morrer no instante seguinte (sim, acontece várias vezes), nos fazem querer ver um episódio depois do outro só por medo de perder qualquer um dos personagens. E, como se não fosse o bastante o conflito e a pobreza, vem o terremoto e tudo vira um caos. Cada um precisa ir para um lado, ela sendo médica e ele soldado, e sentimos junto com eles aquela situação de ‘quando passarmos por isso, vamos aproveitar o máximo o tempo que temos juntos, porque a vida é curta demais para ficarmos longe um do outro’ xD

descendants-of-the-sun

Sério, se não fosse pelo final, esse dorama poderia ter sido perfeito. Ainda assim, foi um sucesso absoluto enquanto era exibido, daqueles que o país inteiro parou para assistir xD E essa cena épica, um gesto simples que carrega todo o peso dos sentimentos dos dois personagens, praticamente diz tudo sobre a história:

descendants-of-the-sun_1560x872

E, vamos ter que dizer isso aqui, pq não é bem um spoiler: uma das melhores cenas é a declaração-que-todos-escutam xD Seguinte, tem uma parte da história em que a Kang Mo Yun acha que vai morrer caindo de um penhasco, então ela pega o celular e grava o seu testamento, fala para a mãe que ama ela e no desespero acaba se declarando para o capitão. Só que no fim dá tudo certo e esquecemos desse detalhe. Aí, bem para frente, o povo decide animar os ânimos dos soldados e dos médicos voluntários colocando uma música para tocar, e a doutora oferece o celular dela. Aí quando a música termina o que começa a tocar nos alto-falantes? A declaração dela, claro xD Gente, essa cena ficou muito boa e merece ser colocada aqui como um dos motivos para se assistir esse dorama xD

Aí, que o capitão é o menino-lobo que fala para a menina ‘não vá’, e ela vai, e a gente chora, e quem não sabe sobre o que estamos falando ASSISTA WEREWOLF BOY AGORA!

song-joong-ki-stars-in-descendants-of-the-sun-alongside-song-hye-kyo

E, gente, onde fica esse vulcão no Canadá? O.o

Vídeos

DORAMA – Barker King, Kim Tak Goo

Gênero: Romance/família
Episódios: 30
Exibido em 2010.

baker-king-kim-tak-goo-poster-3

Elenco principal:
Yoon Shi Yoon como Kim Tak Goo
Eugene como Shin Yoo Kyung
Joo Won como Goo Ma Joon
Lee Young Ah como Yang Mi Sun
Jun Kwang Ryul como Goo Il Joong

hoc-tieng-han-qua-bai-hat1

Sinopse:
A história começa lá nos anos 60 para 70, com Goo Il Joong, um chefe de família bem estabelecida que é pressionado a manter uma postura de ‘homem rico’. Porém, ele construiu todo o seu império de pães sozinho, do zero, trabalhando muito duro, desde jovem, em um período difícil de pós-guerra. Casar com uma herdeira ajudou, mas não foi tudo. O grande problema é que ele é infeliz nessa vida, gosta das coisas mais simples e principalmente de ter alguém que o compreenda ao seu lado. É em um momento de fragilidade que ele acaba se envolvendo com uma moça que é meio que empregada-agregada da sua casa, e os dois se deixam levar pelo romance enquanto a esposa dá a luz a sua segunda filha.

maxresdefault

Ao saber que era uma menina e não o esperado herdeiro que ela queria, a esposa fica ainda mais frustrada com o seu casamento, pois tudo o que é importante para ela é posição social. Um menino, nesse contexto, representa estabilidade, alguém que assumirá os negócios do pai. E, ao saber do envolvimento do marido com a moça agregada e do filho que ela espera, a senhora se vinga engravidando do mordomo (ou algo assim) da casa, seu aliado.

Desses dois envolvimentos acabam nascendo meninos. Porém, um com a glória de ser coroado herdeiro (apesar de não ser legítimo), e o outro desprezado (mesmo sendo legítimo), já que a mãe foi expulsa da mansão. E esse desprezado é o nosso Kim Tak Goo.

Kim Tak Goo cresceu em pobreza material, mas rico com os valores da sua mãe, que o educou para ser uma boa pessoa. Na vila em que mora, com uns 12 anos, ele acaba se envolvendo com uma menina triste que foi abandona pela mãe e apanha do pai alcoólatra, e ali se inicia um primeiro amor.

Quando a situação fica difícil para a mãe de Kim Tak Goo, ela decide levá-lo de volta para a mansão, para que ele possa ter uma boa educação.

bakerking_ep3_3

Porém, vivendo sozinho nessa família que é a sua, mas é completamente estranha, o menino é desprezado e maltratado, principalmente pelo irmão mimado e a esposa do seu pai. Depois de um tempo, a esposa consegue elaborar uma trama para tirar os dois indesejados da sua vida: mãe do Kim Tak Goo morre em um acidente, e o menino se extravia na vida.

Kim Tak Goo cresce em meio a malandragem e bandidos, lutando para sobreviver com a sua esperteza e bom coração. Porém, um dia ele amanhece quase morto em frente a uma padaria, onde a família o acolhe, e é aí que a sua verdadeira jornada começa.

tumblr_mh0w2hga4j1r8sro0o2_500

Ao contrário de todos os filhos legítimos do Goo Il Joong, Kim Tak Goo é o único que possuí o talento e a genialidade culinária do pai, o que o torna o herdeiro mais do que perfeito para assumir os negócios da empresa. Mas até que isso aconteça, ainda vai ter muitas mentiras, segredos e revelações pelo caminho xD

20100915_bakerking2_seoulbeats

Opinião LAP:

Ufa, muita história xD E não é nem a metade de tudo xD

Barker King parece muito, mas muito mesmo, uma novela mexicana. Não exatamente pelo dramalhão (apesar de ele estar ali), mas pelo formato que ele foi gravado. A história começa lá nos 60, e depois, quando Kim Tak Goo é aprendiz na padaria, parece que se está nos anos 80, perto de começar os 90. E isso que dá essa sensação de novela mexicana xD Contudo, não achem que isso é algo ruim. Na verdade, faz tudo parecer realmente uma história ‘baseada em fatos reais’. Não sabemos dizer se é um remake ou se veio de algum livro de sucesso. O fato é que é um dorama relativamente novo com aparência de final de século XX (tanto que fomos pesquisar para saber se ele realmente foi produzido em 2010 xD)

A parte do romance também é legal, um estilo que nós gostamos. Com Kim Tak Goo na padaria sendo aprendiz, ele volta a encontrar aquela sua amiga de infância, o seu primeiro amor, e é claro que os dois se envolvem.

20100810_bakerking_date

Porém, agora existe na vida dele também a filha-pirralha do dono da padaria.

baker2

Entre isso, o irmão-mimado (Joo Won \o/) chega a essa padaria também como aprendiz, já que o dono na mesma (olha só, o destino, esse encrenqueiro) é um amigo que seu pai respeita muito, e acaba se deparando com aquele que pode roubar a sua posição de herdeiro. E, pior ainda: descobre que o bastardo é anos luz mais talentoso que ele. E, a melhor parte desse irmão mimado é que, apesar de todas as maldades que ele faz, você entende desde começo o que o leva a agir daquela maneira, e acaba torcendo para que ele tenha um final feliz xD

2c3883035196427a43934953eaa7c8af-drama-drama-yoon-shi-yoon

E, gente, esses dois sendo irmãos de verdade (mesmo na verdade não sendo, já que não são filhos de pais iguais), sem todas as complicações, eles se dariam tão bem…

vua-lam-banh1_ffa71

Também tem outra coisa legal na história que tem a ver com a época: a irmã mais velha. Apesar de o Kim Tak Goo ter o talento do pai, essa irmã é extremamente competente com os negócios, podendo ela mesma assumir a empresa e fazer ela ser ainda maior… Só que existe o inconveniente de ela ser mulher, em uma época em que liderança feminina não era bem vista pela sociedade.

Enfim, comparado com todos os outros doramas que já vimos, esse é um tanto diferente por todos esses motivos citados, e só por isso vale a pena assistir. Não desista dele pensando que é uma novela mexicana, pq na verdade essa embalagem é proposital e não um ponto negativo xD

Vídeos

DORAMA – Reply 1988

Gênero: Comédia/ romance/ Família
Episódios: 20
Exibido em 2016

hyeri-lee-mi-yeon-park-bo-gum_1453299293_af_org

Elenco principal:
Hye Ri como Sung Duk Sun
Ryu Hye Young como Sung Bo Ra
Ryu Joon Yul como Kim Jung Hwan
Go Kyung Pyo como Sun Woo
Park Bo Gum como Choi Taek
Lee Dong Hwi como Ryu Dong Ryong

0a7e8019d3be02612ce20d0a2a9b0a5f-drama-movies-k-drama

Sinopse:
Duk Sun, Jung Hwan, Sun Woo, Choi Taek e Dong Ryong são jovens que moram em uma mesma rua e cresceram juntos. Tirando o Taek que se mudou para o lugar com uns seis anos, todos os outros praticamente se conhecem desde que nasceram, e convivem juntos desde sempre.

1988

Todo esse dorama conta sobre o envolvimento das famílias deles, sobre o convívio nessa rua, sobre a época em que vivem, as dificuldades de cada família e as mudanças sociais que eles vivenciam no decorrer de praticamente uma década de história contada. Por ser um misto de várias situações, não tem como se fazer uma sinopse que dê para abarcar tudo o que é contado (e que não dê spoilers(, mas existe uma linha: no nosso tempo de hoje, Duk Sun, uma senhora de uns 50 anos, está gravando um documentário junto com o seu marido, falando sobre como foi a sua infância junto com esse seu marido. Mas, quem entre todos esses meninos que cresceram com ela é o tal marido? xD Sério, tem que prestar muita atenção e mesmo assim só quando ela fala mesmo é que temos certeza xD E, junto com as suas lembranças, vamos acompanhando o crescimento de todos eles, de como passaram de moleques ranhentos e encrenqueiros da rua até adultos (quase) responsáveis.

tumblr_o1jn1vghcv1uv1ebco1_1280-8278

Opinião LAP:
Infância e juventude, aquele tempo em que todos nós brincávamos juntos e nossos pais eram tão grandes como montanhas. Uma frase  que é (+/- isso) dita no dorama e praticamente resume esse dorama inteiro xD

r88ae-690x400

Principalmente para quem viveu uma época de se brincar na rua com os amigos, de chegar da escola e passar o resto do dia inteiro juntos, até as mães começarem a gritar chamando cada um para ir tomar banho e jantar que já estava escurecendo. Para alguns pode parecer bem simples, já para outros que nasceram nesse novo século pode ser uma realidade que nunca existiu. Para quem teve esse tipo de infância, fica toda a nostalgia a e aquele sentimento terno dos laços fortes que construímos nessa época. Para quem não pôde viver uma infância e juventude assim, é possível compreender porque é algo que nos provoca lágrimas por agora só existir em forma de lembranças. Também, outra coisa: amigos. Existe uma grande diferença entre fazer amigos conforme crescemos e termos amigos desde que nos entendemos por gente. As raízes deles estão emaranhadas com as nossas, e mesmo que nos separemos em algum um ponto, eles fizeram parte da nossa vida de uma forma eterna. É algo extremamente valioso, que não pode ser comprado em lugar nenhum, e que muitas vezes só damos importância quando perdemos.

b1e8c7ca_-_c3bbc3e1

Então, resumindo, esse dorama bate lá no fundo do nosso coração e, ao menos que você tenha sido uma criança isolada do resto do mundo, vai chorar lembrando de uma época da sua vida quando havia brincadeiras todos os dias e os seus pais eram refúgios seguros para se voltar no começo da noite xD

Seguindo a mesma linha dos outros Replys, 1997 e 1994, esse tem um algo a mais: a história dos pais também é importante. Da mesma forma que as suas crianças cresceram juntos, esses pais estão unidos.

vlcsnap-2016-01-19-23h00m49s860

Era uma época em que os pais se reuniam no final do dia para conversarem e beberem juntos, que as mães sentava juntas na rua em frente as suas casas para conversar sobre tudo (e principalmente sobre os filhos). As mães sempre cozinhavam porções grandes dos pratos e mandavam as crianças levarem um pouco para dividir com os vizinhos, havia essa troca gentilezas sem se esperar nada de volta (mas, sempre havia algo em retorno). As mães brigavam e defendiam as crianças da vizinhança como se fossem todas suas, das mesma forma que os pais pensavam  nas brincadeiras abarcando todo mundo e não somente seus filhos. As comemorações por algo alcançado por um dos pequenos era uma festa que se estendia para os vizinhos-amigos, a felicidade pela conquista sendo compartilhadas por todos os pais. Então, se os outros Replys focaram em nostalgia, amizade e romances, esse foca muito, mas muito mesmo, em família, em valores, em o quanto é importante essas relações que duram a vida inteira.

iSdDVzapPEqMwHS-1600x900-noPad

De verdade, assistam xD É tudo o que podemos dizer a mais.
E, não tem um resumo melhor da história e da emoção que sentimos ao acompanhar esse dorama do que esse vídeo lindo loopeternoelágrimaseternascomele xD

Ps: sim, esse dorama inspirou livro xD Aguardem, no futuro xD

DORAMA – Marriage contract

Gênero: melodrama
Episódios: 16
Exibido em 2016

drama-korea-e2809cmarriage-contracte2809d-2

Elenco principal:
Lee Seo Jin como Han Ji Hoon
Uee como Kang Hye Soo
Shin Rin Ah como Cha Eun Sung

437-957

Sinopse:
marriage-contract-kdrama-posterHan Ji Hoon é um herdeiro solteirão de meia idade que aproveitou a juventude vivendo fora do país, correndo atrás do seu sonho de ser músico e aprontando com o que dinheiro e posição lhe permitiam. Porém, chegou a hora de se estabelecer, seja nos negócios da família quanto na própria família. Assim, ele começa a administrar uma rede de restaurantes e, ao contrário do que se esperava dele, é muito bem sucedido. Só que na parte da esposa tão almejada pelos pais, ele deixa a desejar. E é no contexto do cenário do seu trabalho que ele acaba esbarrando-atropelando a Kang Hye Soo, e a partir desse momento ela e sua filha entram definitivamente na vida dele.

Primeiro ele pensa que ela armou toda a situação para tirar dinheiro dele, já que ele tem certeza que o carro nem relou na moça, e não era tanto susto para ela ter desmaiado daquela forma. Então, ele tenta encurtar a conversa oferecendo dinheiro de uma vez, mas ela é firme na sua posição de não aceitar a ajuda dele, mesmo precisando muito.  Muito mesmo.  E essa oposição o faz pensar que ela é perfeita para um plano que ele tem, de arranjar uma esposa de fachada para fugir da perseguição dos pais.mariagecontrat

Hye Soo é uma jovem viúva e cuida sozinha da filha desde que o marido morreu em um acidente de carro, a deixando apenas com uma enorme dívida com agiotas. Por isso, ela está sempre fugindo dos credores e buscando por empregos, mas nem sempre tem sucesso. Foi quando ela esteve em uma entrevista de emprego no restaurante que acabou quase sendo atropelada por Ji Hoon, e também foi com esse desmaio repentino que ela descobriu que tem um câncer no cérebro (sim, só para ajudar).

Apesar de ter seus valores e seu orgulho, existe a pequena Eun Sung na sua vida. Se a mãe se for, quem vai cuidar dessa menina de seis anos? É por estar nessa situação que ela decide aceitar o contrato do casamento, desde que Ji Honn aceite uma condição: ele se tornar o responsável pela Eun Sung até ela entrar para a faculdade (o que equivale a ela ser adulta o suficiente para se cuidar sozinha).

774_1

Opinião LAP:
Sim, é melodrama, com doença e com chororo. Mas, ainda que tenha esse formato, conseguiu não ser uma história maçante daquela que vamos passando para frente para ver o final de uma vez. Entre choros e lágrimas, é uma história muito bem contada xD Nos emocionamos e nos impressionamos com a força da mãe e da filha e, assim como o Ji Hoon que aos poucos vai descobrindo, e acabamos sendo conquistados por essas duas.

marriagecontract-endscene

É importante dizer que ele não é um dorama-jovem, como é mais comum vermos. Ele lida com o peso de um final abrupto (não necessariamente trágico, mas definitivamente não feliz), que pode acontecer de repente sem nos avisar. Existe toda essa tensão na história, da Hye Soo tentando esconder a sua doença de todos e principalmente da filha, mesmo que isso a destrua aos poucos. E por isso é lindo e nos faz chorar em alguns momentos xD

9226408_catch-the-top-12-must-watch-k-dramas-on_t5a0c3dbd

E, um prêmio para a atriz Uee!
Depois de ter sido a Fada Má em You’re Beautiful e a menina mimada em Ojakgyo Brothers (ou seja, meio que nunca conseguir ser uma mocinha de dorama que todos gostam), aqui ela se superou! Superou ao ponto de merecer prêmio de melhor atuação, sério! xD No fim, ela se sai muito melhor como mulher determinada do que como garota romântica ou arrogante xD

00

Destaque também para a atriz-mirim que faz a Eun Sung! Mesmo sem os dois dentes da frente ela consegue ser uma adorável-encrenqueira que quando gosta, gosta; mas quando não gosta…

MarriageContract13-00023

Cansou de assistir romances, ação, comédia e quer algo mais forte para as emoções? Super recomendamos esse! xD

Vídeos

Dorama – Jumong

jumong

Gênero: Histórico;
Episódios: 81;
Exibido em 2006/2007.

Elenco principal:
Song Il Gook como Jumong
Han Hye Jin como So Seo No
Kim Seung Soo como Prince Dae So
Hu Joon Ho como Hae Mo Su
Oh Yun Soo como Lady Yoo Hwa

jumong2

Sinopse:

Ao longo de toda a história da humanidade, reinos e impérios são criados e destruídos. Jumong conta como o reino de Goguryeo (Hj a região das Coreias) se formou, através de guerras e unificações, e tudo isso gira em torno de Jumong, o príncipe destinado a ser o rei de uma nova nação.

jumong1

O pai de Jumong e o príncipe de Buyeo eram grandes amigos, e juntos criaram um exército rebelde que lutavam contra a dinastia opressora dos Hans. Porém, o império tinha muito mais poder que eles, e criaram uma arma imbatível: uma cavalaria equipada com armas, imbatível na época. O exército Dal Mul acabou sendo derrotado, e seu líder, Hae Mo Su, preso e torturado até a morte. O príncipe, que enfrentava o conflito entre acreditar nos ideias do exército rebelde e ao mesmo tempo ser aquele que teria que pensar politicamente no seu reinado para proteger seus súditos, teve que assistir tudo acontecer calado. A única coisa que ele pode fazer pelo amigo foi abrigar a sua mulher, pela qual ele também era apaixonado, no palácio, como sua concubina. Assim, o filho do líder dos rebeldes, Jumong, nasceu como um príncipe, ganhando a mesma posição que os irmãos, filhos legítimos da rainha. Ele cresceu sem saber da verdade, tendo todos os privilégios de uma menino bem nascido, ainda que fosse desprezado pelos outros príncipes e pela rainha. Porém, quando ele descobre a verdade e a realidade do sofrimento dos refugiados que seu verdadeiro pai lutou por tanto tempo para proteger, enfim ele dá seguimento à profecia da sacerdotisa de Buyeo, que diz que ele será o responsável por criar uma nova nação. E, a partir disso, acompanhamos anos dessa história repleta de altos e baixos, acompanhando todo caminho do general Jumong para criar Goguryeo.

Jumong-Mari-Hyoppo-Oi

Opinião LAP:

Jumong foi aquele dorama que tínhamos desde a época pré-história dos fansubbers dedicados a doramas (um minuto de silêncio pelo Jdrama), e que estava mofando no HD simplesmente por ter mais de 80 episódios xD Sim, gigante. Mas, no fim, quando se começa o primeiro episódio, é difícil parar e acompanhar o desenvolvimento.

Ele não tem tantos efeitos nem tantos poderzinhos como os doramas de época que gostamos de ver. Mas, sem o sucesso que Jumong fez em 2006, não teríamos o investimento que se teve nesses doramas-de-épocas atuais. Ele acabou sendo aquela história que o país todo acompanhava junta, e torcia para todos os personagens. Ainda hoje o ator que faz o Jumong é conhecido por isso (e por ser o pai dos Trigêmeos \o/), ao ponto de que ele continua se dedicando aos doramas de época (e, gente, ele treinou por anos para ter postura de rei, é a primeira pessoa que deve vir na mente dos roteiristas quanto tem um rei de época na história xD).

d96ef316e9e1d7cd0840b078899c8f1e

Algo legal de dizer sobre Jumong é que ele teve continuação: King os the Wind, onde se desenrola a história do filho dele. Também, tem o The Legend, esse sim cheio de efeitos especiais, que conta sobre uma época mais mística, com deuses entre os humanos. Apesar de se passar em um tempo após Jumong, o primeiro episódio conta a lenda do nascimento do pai do Jumong, uma batalha de deuses problemáticos xD Os episódios seguintes contam a história da reencarnação desse povo todo, em outro momento do reino.

E, uma última coisa a se dizer: Jumong talvez só perca para Game of Trones no quesito mortes, pq no resto é tudo sobre quem vai ser rei no final xD

jumong-family

Vídeos